Escrever, pra quê?

Por Carlos Eduardo Pereira

No final vai estar do mesmo jeito. O que muda é apenas a folha. Tu pode me dizer que tudo vai passar. Mas chega uma hora na vida que tu não quer que passe.

Fica

Por Carlos Eduardo Pereira

Eu fico imaginando se eu pudesse deixar o mundo em câmera lenta.

A paixão, o amor

Por Carlos Eduardo Pereira

A paixão,/ o Amor/ tu não espera/ esperar é um erro/ aí é que tu nunca vai achar/ ele aparece do nada/ até dentro de um ônibus lotado/ ou mesmo em uma festa

Era uma vez

Por Carlos Eduardo Pereira

Me conte uma velha novidade! Daquelas histórias que tu não viveste Mas que de cor tu sabes

Me conte, antes que o tempo esqueça!

Nova estação

Por Carlos Eduardo Pereira

Não olhe para trás quando estiver indo embora/ Eu não estarei lá/ Eu não irei te buscar/ Deixe tudo que te dê agonia

Demore mais amanhã

Por Carlos Eduardo Pereira

Acordei, já era tarde. Ela não havia chegado. Almocei na cama, não quis comer sozinho na mesa. Nada dela chegar. Arrumei meu quarto. Tentei não ficar triste enquanto arrumava meu guarda-roupa.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑