Realidade

Desenho: Amanda

Tu pode ler ouvindo essa música.

A oposição sempre fez parte de mim
Os conflitos criados na minha cabeça eram provocados pra tentar manter a ordem
Mas quando o mar da vida se mantinha calmo, você chegou feito uma onda gigante arrastando tudo 
Aí a desordem se manifestou e as dúvidas se personificaram 
Eu não consegui segurar a respiração por muito tempo 
Sussurrei pedindo que isso não acontecesse
Mesmo assim, tua presença foi me invadindo e vejo muitos rastros dessas passagens por aqui
Decidi, relutante, ser resgatada pela realidade
Ela me apresenta coisas que acabam com o que acredito
E por agora, isso não dói
O meu sofrimento nunca é momentâneo, sempre fica pra depois
E o aprendizado de olhar no espelho tentando não ver apenas fragmentos estilhaçados de um ser é longo
Sabendo que a gente sempre quer dar ao outro o que nos falta
E que a nossa falta é permanente
Dá pra entender que a completude é impossível
Mas de qualquer forma, vejo que não é isso que busco ou assim que gostaria de me sentir: completa
Nem sei direito como eu gostaria de me sentir
Eu só sei direito como não gostaria de me sentir
Talvez seja o momento de aceitar o que a intuição diz
E ela grita que “todo carinho do mundo para mim é pouco”

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: