fbpx

Lívia Mattos lança clipe “Olhos de Tereza”

Livia

Gravado no recôncavo da Bahia, sanfoneira dedica música para a avó de 87 anos

A sanfoneira e compositora baiana Lívia Mattos lançou no dia 26 de julho, o videoclipe “Olhos de Tereza”, faixa de seu mais recente trabalho “Vinha da Ida”. 

Filmado no recôncavo da Bahia, região de origem da avó, para quem a artista dedica a música, foi lançado no mesmo dia em que se comemora no Brasil, o Dia dos Avós.

A direção de fotografia do vídeo e montagem é de Carol Quintanilha, com quem Lívia Mattos divide o roteiro e a direção.

Lívia conta que “o nome dela é Terezinha…’Tereza‘ é quase como um apelido, é como meu avô, seu Roque, a chama carinhosamente”. Ambos conduzem o clipe aos 87 anos de idade e 68 anos de casados. “O tempo, o labirinto da vida, o cais onde se costura a nossa existência, são tratados em uma poética de águas doces e salgadas, onde uma neta homenageia a sua ancestralidade feminina”, completa Lívia. A opção da artista não aparecer no clipe é uma forma de destacar uma narrativa pautada em idosos, saudando a quem veio antes e abriu caminhos.

Nascida em Salvador/BA, Lívia é acordeonista, cantora, compositora, socióloga e performer. Depois de muitos anos circulando nos trabalhos de artistas como Chico César, Rosa Passos, Badi  Assad, Orquestra Sinfônica da Bahia e muitos outros, lançou “Vinha da ida” (2017), seu primeiro álbum e desde então, circula por todo Brasil e por diversos países.

Se apresentou em festivais como “Akkordeon Festival Wien””, na Áustria; “International Macau Parede”, na China; “Cantos na Maré”, na Galícia, dentre muitos outros. Em 2017, foi selecionada para o programa Onebeat, da Found Sound Nation (EUA), onde realizou residência e turnê pelos Estados Unidos, com outros 24 músicos escolhidos ao redor do mundo.

Livia também transita por outras linguagens como a dança, o circo, o  audiovisual e o teatro. Atualmente, está dirigindo um documentário sobre a musica no circo no Brasil, fruto de uma pesquisa de mais de oito anos, que se baseia nas narrativas de circenses veteranos.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: