Revista Artemísia

Revista Artemísia

De repente

De repente estou descendo de um ônibus voltando de um dia de trabalho, meus sapatos ficam encharcados numa poça, a água passa e molha minha meia social, e mesmo com o guarda chuva em punho, acabo tomando um banho de chuva.

A fuga

Dessa vez parei para pensar em como as coisas estão indo… É amedrontador. Se eu fosse avaliar como as coisas estão indo eu diria “Muito bem!” mas, sempre que eu paro para procurar minha felicidade nisso tudo e não a encontro sei que algo está errado.

Perto do céu

Hoje eu estou no topo do mundo. Libertei-me de muita coisa nesses últimos instantes (correndo o risco de que tenha uma recaída, mas por enquanto estou bem). O que me impede de recair é me auto-proibir de te perguntar “E aí, como vai?”.