Ouça “Cavalo Branco”, novo single da banda Oruã

Fotografia: Raiza Falcão

“Oruã é filho do centro do Rio de Janeiro, nasceu à noite e frequenta os bailes pela madrugada. Free jazz de pobre. Kraut de vagabundo. Sem neurose. Tocam na Baixada Fluminense e nos Estados Unidos, não viajam a turismo e nunca fizeram intercâmbio.

O conjunto Oruã surgiu no final de 2016, durante sessões de improviso no Escritório, sede da gravadora Transfusão Noise Records, no centro do Rio de Janeiro. Com o apoio de mais de dez colaboradores, o trio liderado por Lê Almeida estreou em 2017 com o LP duplo ‘Sem Benção / Sem Crença’, uma fritação repleta de recortes sonoros e mensagens cifradas, sempre com letras em português.

Em 2018, o conjunto viajou por todas as regiões do Brasil, sempre de carro, passando por importantes palcos e festivas das capitais, como CCSP e Bananada, e também por improváveis cidades do interior, criando uma rota peculiar – de fato, fora do eixo. Numa dessas viagens, pegaram a estrada rumo ao sul e chegaram ao Uruguai, quando fizeram o primeiro show internacional.

Com dois integrantes tocando no Built to Spill, o Oruã foi a banda de abertura de boa parte da turnê dos 20 anos do álbum ‘Keep it Like a Secret’ ao longo de 2019, passando por mais de 15 países e diversos estados americanos. Entre um show e outro, eles gravaram uma session na KEXP e lançaram o EP ‘Tudo Posso’ e o segundo álbum, intitulado ‘ROMÃ’, ambos com prensagem em vinil em parceria com selos americanos. Durante uma breve passagem pelo Brasil, inauguraram a Repartição, novo espaço para gravações numa sala ao lado do Escritório.

Ainda em 2019, um pouco antes de partir para mais uma turnê, Lê Almeida gravou as bases de ‘Cavalo Branco’ na Repartição, dando início a outra fase do selo, marcada pela nova sala, gravações itinerantes e colaborações à distância. Felipe Gaax fez uns backing vocals e tocou trompete, um amigo russo tocou sax, Zózio tocou bateria e percussão. Alguns takes foram adicionados nos EUA, aproveitando intervalos das gravações de novas músicas do Built to Spill, que estão sendo produzidas e mixadas por Lê Almeida e João Casaes.

O single ‘Cavalo Branco é um prefácio de um disco homônimo ainda em construção. A formação atual do Oruã conta com Lê Almeida, Karin Santa Rosa, Daniel Duarte, Bigu Medine e João Casaes. Ao longo do ano, o conjunto pretende excursionar pelo Brasil e Estados Unidos.

Clique na capa e ouça na plataforma digital de sua preferência.

Capa: Flavio Grão

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: