Mudo

Por Carlos Eduardo Pereira

O riso falso do ator me assusta. E a rima fácil do compostor me dói os ouvidos. Mas pensando um pouco, na maior parte da tua vida tu passa proferindo frases forçadas e expondo risadas plastificadas. E, por fim, não te sobram nem aplausos no final.

O que te faz pensar que pode mudar o mundo? Hein?

Talvez se tu fizeres um pouco de esforço o teu desconforto pode passar. Ou talvez com o passar do tempo tu passes a se conformar e nem lembre do que um dia contestou. O que te resta é ouvir e ficar calado, porque gastar saliva só te cansa a mente. O cansaço da mente se reflete na pele. Com o envelhecer do teu rosto, o tempo te mostra que ele esteve de passagem.

O futuro se faz depois que tu pega as chaves do teu destino e abre as portas do teu caminho. Teu destino pode ser um por do sol lindo, como pode ser um quarto escuro.Teu futuro pode ser uma praça, onde tu possas se encontrar com alguém ou encontrar alguém que possa te dar uma esmola.

Viver é aceitar a ironia que irá sorrir, enquanto outros estarão sofrendo (vice-versa). A vida se resume em um dia nublado: em um momento está tudo escuro, mas com um piscar de olhos, o sol ilumina teus sapatos. A vida é feita de calor e frio.

Teus dias serão de música, outros de silêncio.  

“Tudo nesse mundo segue o ciclo natural

e tudo se transforma no final”

Phillip Long

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: