As Cartas – Coragem

Por Amanda Carolina Fossá

A incongruência das relações me faz pensar que somos todos rostos com semblantes conflituosos e por inúmeras vezes vazios...

As Cartas – Ser

Por Amanda Carolina Fossá

Às vezes parece que eu tô andando tão devagar que nada realmente existe

Às vezes parece que eu tô andando tão rápido que a sensação é que nada vai durar

Realidade

Por Amanda Carolina Fossá

A oposição sempre fez parte de mim

Os conflitos criados na minha cabeça eram provocados pra tentar manter a ordem

Uma carta extraviada

Por Luísa Madureira

área, território, zona, lugar, terreno, como queira. nesses espaços as coisas acontecem. acontecem por uma espécie de artifício causador, diria o filósofo...

Nirvana

Por Amanda Carolina Fossá

Se eu tenho você aqui, é como se eu pudesse te proteger de tudo

Ao mesmo tempo, parece que tudo que posso fazer é absolutamente nada

Sol

Por Amanda Carolina Fossá

A gente sempre dançou seguindo movimentos de translação

A tua luz era tão intensa que me cegava e às vezes eu precisava fechar os olhos...

Por Amanda Carolina Fossá

A lacuna das tuas palavras me consome

Apesar da afirmação que se fez existente nas entrelinhas...

Preencher

Por Amanda Carolina Fossá

Canto calada uma canção que compus ao ouvir o som das pronunciações não feitas

Os desencontros estão presentes principalmente no vazio deixado pela tua silhueta no lugar que chamo de lar...

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑